Termino o Janeiro da Paz com um das partes de uma Missa de Schubert, o Sanctus.
Ontem a missa da minha paróquia estava cheia de gente. Quando assim é, é porque é uma missa de 7ªdia, ou morreu alguém, etc. E em geral há um coro. Já experimentei a beleza em cânticos ou músicas maravilhosas.

Ontem cantaram o Sanctus da missa de Schubert. Deixo-o em baixo em três interpretações diferentes e todas boas.

Advertisements