rosto humano

fonte: RR-Opinião- 08-02-2013 13:15

por António Câmara

Estudantes universitários

A sua atitude perante as dificuldades faz olhar para o futuro com optimismo.

Sou professor universitário há trinta anos. Durante os primeiros vinte, os estudantes arranjavam emprego com relativa facilidade. Alguns lançaram empresas que vingaram no clima económico favorável de então.

Na última década, e sobretudo nos últimos três anos, a situação mudou radicalmente: é difícil arranjar emprego e o estado da economia não aconselha a formação de empresas orientadas para o mercado doméstico.

Mas muitos estudantes universitários estão a adaptar-se à crise em que vivemos: internacionalizam a sua formação através de estágios e do Programa Erasmus sempre que possível; e sonham com a criação de empresas globais, esgotando a lotação das cadeiras de empreendedorismo com centenas de vagas.

Uma das razões para o meu optimismo, apesar da gravidade da situação actual, reside na atitude perante a vida que estes jovens universitários vêm revelando.

Advertisements