Poesia

VERDADEIROS

Príncipes vestem-se azul

galopam sempre mais forte

enquanto torres de castelos

embrulham sonhos de criança

Avança cavalo! espada

a noite não engana a quem a sabe

as frescuras da manhã não abandonam

estes andantes encantados…

Advertisements