Quando o telefone toca…

pode ser…

Sean Connery as James Bond in 007,  From Russia with Love:

Sean Connery phone

 

 

Papageno*

Papageno: Está sim, boa tarde, queria falar com Deus se faz favor!

Telefone: Ele de momento não está, quer deixar recado?

Papageno: Hummmm…

Telefone: Prefere aguardar?

Papageno: Desde que não me ponha a tocar as Quatro Estações de Vivaldi, senão parece que estou a ligar para as Finanças…

Telefone: Mas olhe que Ele pode demorar, não prefere deixar recado que devolvemos-lhe a chamada ou então pode falar com um dos seus assistentes?!

Papageno: Minha Senhora, nem pense, quero falar com Deus e espero o que for preciso, desde que, é claro, não me ponha as Quatro Estações ou música de elevador, tenha lá Santa paciência!

Deus: Boa tarde, Papageno?

Papageno: Já estava a ver que não, já começava a duvidar da sua omnipresença…

Deus: Omnipresença Papageno? Ominpaciência, isso sim, para o aturar, é um chato!

Papageno: Deus me livre!

Deus: Livre de quê?

Papageno: De ser um chato… do que havia de ser… Mesmo porque foi Você que disse, ligue sempre que precisar…

Deus: Mas você nem acredita em Mim…

Papageno: Nunca O chamei de mentiroso…

Deus: Não é nesse sentido, não se faça de parvo!

Papageno: Fazer-me? Fui feito pela obra e graça do Senhor pelos meus pais… quanto mais posso aperfeiçoar-me…

Deus: Acha que tem muita graça?!

Papageno: Nenhuma, e era isso que lhe vinha pedir… Um pouco da graça do Senhor…

Deus: Tenha piedade de Mim!!!

Papageno: Acho que é ao contrário, diz que é “Senhor tende piedade de nós…”

Deus: Pensa moer-me por muito mais tempo, eternamente?!

Papageno: Só depende de Si…

Deus: Isso é chantagem Papageno?

Papageno: Já Lhe disse, Deus me livre de uma coisa dessas, não estava a extorquir nada, depende de Si é quanto tempo me quer por cá! Não é tudo fruto da vontade do Senhor (?!), e sim, já sei que existe o livre arbítrio, por isso escusa de desconversar!

Deus: Não sabe que Deus escreve certo por linhas tortas?!

Papageno: É uma opção estética como outra qualquer… Não O fazia tão proverbial…

Deus: Tem que ter fé!

Papageno: Eu diria que agora quem está com ameaças é Vossa Excelência, mas não me resta mais nada, pois não?

Deus: Tente lá ter juizinho e paciência que um dia desses ligo-lhe de volta…

Papageno: Pois claro… Não tem aí mais um provérbio ou ditado popular, diz que a voz do povo é a voz de Deus?

Deus: Eu devo ter atirado pedras à cruz para ter de aturar isso…

Papageno: Isso não sei e coisas de família pouco me importam. Fico então a espera de uma chamada Sua? Escuso de ser sempre eu a ligar-Lhe, de facto faz me parecer chato…

Deus: Não se preocupe, ligo-lhe de volta mais rápido do que imagina, entretanto vá dando notícias, escrevendo, lá porque as vezes está 100 mim  não significa que Eu esteja ausente…

*Papageno escreve no 100mim à segunda-feira

Advertisements