foto dos poemas

PONTE

Um dia o sol sentou-se

ouviu-me falar do mar

ceou comigo, brindou-se

nasceu ponte nesse olhar

queimou-me as mãos de ternura

esfreguei nas algas o duro

nas vagas matou-me a secura

que luz irradiasse no escuro

 mil poentes

desabrocham andorinha

poder a “forma” à linha….

Advertisements